Como Divulgar uma Página do Facebook

Dicas para Dinamizares a Página e Ganhares Seguidores

Quase todos os bloggers têm uma página do seu blog no Facebook. E porquê? Porque este é um excelente canal de divulgação do seu trabalho online. A dificuldade reside em dinamizar essa página de modo a atrair novos seguidores, fomentar a interacção e guiar esse tráfego para o blog. Com este post descobres alguns caminhos para atingires resultados positivos com a boa utilização da tua fanpage, como a chamam no Brasil.

 

Conteúdo

  • Diversidade de tipo de conteúdos:

    • Vídeos

      Se os vídeos gravados directamente no Facebook já têm um impacto maior do que os que são partilhados a partir de outra plataforma, nomeadamente o You Tube; as transmissões em directo conseguem ter três vezes mais impacto do que qualquer outra publicação feita na página. Por isso torna-se importante apostar neste formato para ver a nossa página a ter um alcance maior.

    • Textos

      O mesmo acontece com os textos. O algoritmo desta rede social favorece as publicações criadas directamente na página. Por isso prefere criar textos acerca do blog, do que partilhar textos do blog. Por exemplo escreve algo curto dentro do mesmo domínio do post do blog, com uma chamada para acção, e adiciona uma foto bem chamativa. Cerca de 300 palavras são suficientes para atrair a atenção do leitor. Uma excelente alternativa ao texto corrido é a apresentação dos pensamentos em tópicos. A chamada para a acção no final da publicação do Facebook, pode ser algo simples como “visite: [endereço da página]“, pois, quando partilhado por outros, este convite aparece logo abaixo da foto e a pessoa rapidamente acede à página. Mas pode ser também uma pergunta, acerca da opinião do leitor, ou incentivar a que goste, comente e partilhe. Algo sincero e que mostre que não estamos apenas interessados em aumentar o número de seguidores, mas ter um relacionamento com cada leitor.

      As frases com humor tomam o lugar cimeiro na hora de cativar quem lê. No entanto, não devem ser desprovidas de conteúdo relevante. Torna-se vital que ofereçam uma solução para um problema ou necessidade que os leitores tenham.

    • Imagens

      Tudo o que se faz nesta plataforma online tem de ser visual, de modo a destacar-se no feed que aparece a cada “amigo” do Facebook, e fazê-lo travar, quando está a passar o scroll em grande velocidade. É importante colocar um link, para o qual queremos direccionar o nosso público, a acompanhar a foto, pois quando essa é partilhada por outros, a ligação não se perde. Opta por encurtar os links que tenham muitos números e letras, pois torna-se muito mais agradável em termos visuais.

    • Sondagens

      Colocar uma pequena sondagem pode contribuir muito para a interacção dos leitores com a página. Começa por uma que tenha apenas de escolher entre dois ou três itens. E vai repetindo este modelo mais curto, até que as pessoas se acostumem a interagir. Aos poucos pode-se aumentar a complexidade das sondagens e exigir um nível de resposta mais complexo.

 

  • Publicação directa e original na página:

    Como já vos indiquei nos tópicos anteriores, a diversidade do conteúdo deve estar aliada à publicação directa e original na página. O You Tube é um produto da Google. O Facebook e o Instagram pertence ao mesmo grupo. Pode-se dizer que o You Tube é concorrente destas duas redes sociais. É natural que o Facebook prefira um vídeo criado em exclusividade para a sua plataforma, do que um link para a concorrência. Tal partilha original será beneficiada em relação a um link para um canal externo. O mesmo acontece com a partilha de um post a partir do nosso blog. É preferível colocar uma foto e como texto a acompanhar, algo original acerca do tema, e o link para o post. Para além disso, as publicações em directo mostram-se ser uma óptima ferramenta para aumentar a visibilidade da sua página.

 

  • Diferenciação pelo impacto visual:

    Já reparaste como usas o Facebook? No telemóvel passas o dedo pelo feed até que alguma imagem te chame a atenção, e pares. E o que é que te faz parar? As imagens que partilhas devem ser aquelas que funcionam como travão nesse movimento tão comum de passar o feed com o dedo no écran do telemóvel ou a seta no scroll do computador.

 

  • Frequência da publicação:

    O ideal é três vezes ao dia nos mesmos horários, pois assim apanha um maior grupo de pessoas. Por exemplo existem aqueles utilizadores matinais do Facebook que vão de transportes para a universidade ou o trabalho e actualizam-se logo pela manha. E existem outros que preferem a hora de almoço para esse efeito, pois já passou a correria da ida para o trabalho ou universidade. Há quem só use o final do dia para dar uma vista de olhos ao feed. Estes últimos dificilmente irão ver uma publicação que fizemos de manha. Teria de estar imenso tempo a fazer scroll para que visse o que nós publicámos cedo no dia.

 

  • Criação de hastag:

    Apesar do Facebook não ser a rede social mais próxima do uso da hastag, ao criares uma para o teu blog e conteúdo específico, permite que essa funcione como um colector de tudo o que foi publicado acerca desse assunto.

 

  • Manter a ligação:

    Fazer o que nomeei acima e ignora os seguidores é uma acção completamente contra producente. Há que responder a comentários, e colocar perguntas nos mesmos, para criar uma conversa. O mesmo acontece com as publicações. Essas têm de ser construídas como se fossem vários capítulos do mesmo livros, que se encaixam e escrevem uma história.

 

Blogging Mood Páginas de Facebook

 

Grupos responsivos

Uma maneira de divulgar a página do nosso blog no Facebook é participar de grupos onde o nível de discussão é elevado, pois mostra que por um lado há interacção, e por outro lado é possível que haja reacção ao que aí partilhares. Mas não partilhes o teu link. Isso é pedir sem oferecer primeiro. Se o fizeres, poderás correr o risco de seres ignorado. Prefere:

  • elogiar uma publicação
  • responder a uma pergunta simples
  • destacares-te devido ao teu conhecimento ou experiência
  • tornares-te uma autoridade nessa comunidade

Desse modo, as pessoas vão querer saber quem tu és e o que fazes.

 

Blogging Mood Páginas de Facebook

 

Perfil pessoal

Há quem tenha vergonha ou receio de publicar conteúdo referente ao seu blog no perfil pessoal. Entre nós existem bloggers que parecem esconder dos outros que têm um blog. Dar a cara pelo nosso projecto digital é essencial para o seu sucesso. Mas é preciso saber como o fazer. É que o Facebook é uma rede de relacionamento, e o perfil pessoal pode ser bloqueado se fizermos “vendas” através dele. Para que o conteúdo não tenha cara de promoção ao blog, pode-se escrever algo do género: “esta foi a app que mudou a minha vida” e colocar um link sem pedir para clicar. Ou marcar uma pessoa, para a qual aquele post seria útil, e publicar com uma frase simples: “Olha, [Maria], este foi feito a pensar em ti, na nossa conversa…” ou “Olha, [Francisca], o que me fez lembrar de ti!?” Se for de coração, de certo que a amiga não vai ver isso como publicidade, e até ficará contente com a partilha. Quem é nosso amigo verdadeiro, vibra com as nossas vitórias.

 

Já praticas algumas destas dicas? Partilha connosco, deixando um comentário a este post, quais são os teus truques para dinamizar a página do teu blog no Facebook. Sabes que assim também estás a chamar a atenção de outros leitores para o teu blog?

Segue o Blogging Mood através do Bloglovin.

 

Deixe uma resposta